Daisuke

Daisuke

My new website

http://www.daisukebike.be
daisukebike@yahoo.com

Sultanyeh

PortuguésPosted by Daisuke Tuesday, July 15 2008 17:53:09

Blog Image12-07-2008 Sultanyeh, Iran km: 131,166

Estou no Iran, no momento. Meu 110º país visitado.É sabido que o Iran é um país estritamente muçulmano, e a visão política é anti-ocidental. Mas muitas pessoas locais são amigáveis com estrageiros. Frequentemente, me convidavam para ficar em suas casas e eles ofereciam sua comida. Alguns locais, realmente, detestam o seu governo.
Consegui novos amigos, portanto eu apreciei muito de pedalar pelo país, exceto no louco trânsito iraniano e seus não-amigáveis trabalhadores.
Deixarei o Iran, brevemente. Meu próximo destino é a Armênia, Georgia, Azerbaijan, e depois Ásia Central. Se vcs tirevem alguma informação sobre esses lugares, por favor, deixem-me saber. Se escreverem em ingles, será melhor para mim.

  • Comments(6)//blog.daisukebike.be/#post134

109, UAE

PortuguésPosted by Daisuke Tuesday, May 20 2008 20:11:06

Blog Image20-05-2008 Dubai, UAE km: 128,900

Eu estou em Dubai, agora. Estava 45°C, esta tarde. Aqui é meu último lugar na Península Árabe. E tambem, o último lugar a pedalar com o ciclista canadense, Sr.Martin Graham.

Dubai é um país muito caro, devido a ter muito petróleo em suas terras. As pessoas, em Dubai, não trabalham. Muitos trabalhadores de todo o mundo vêm para cá, fazer dinheiro. Parece que todos são rivais e inimigos. As pessoas não se respeitam nesse país. Quando eu perguntava algo para as pessoas locais, sobre estradas, ou qualquer coisa, ele eram muito rudes.
O Tráfego é terrivelmente ruim. Muitos carros, caminhões, onibus, e os motoristas de taxi dirigem agressivamente.Eu sempre me sentia em perigo, com medo deles baterem em mim.
O sistema de estradas, tambem, é muito ruim para ciclistas, em Dubai. Nenhum bom caminho para bicicletas.

Um casal Argentino/ Francês, David e Inti, convidou-me para ficar em sua casa. Ele me deram uma ótima cama, banho, comida, limparam minhas roupas, recarregaram minhas baterias, e internet... Seu auxílio é o melhor para mim, porque eu posso conhecer novos amigos, e pegar muitas informações. MUITO OBRIGADO!!!
Meu amigos alemães Ines e Wolfgang contataram-nos, para mim. Obrigado Ines e Wolfgang.

Martin voltou para Addis Ababa, Etiópia, de avião, ontem, por ter completado sua jornada do sul da Coréa até Cidade do Cabo. Nós pedalamos juntos de Addis Ababa para Dubai. Por volta de 2 meses. Ele é o parceiro que ficou mais tempo comigo, na minha jornada. Foi ótimo compratilhar nossas diferentes experiências e estudo...
OBRIGADO Martin. E tenha uma pedalada segura até Cidade do Cabo.

  • Comments(1)//blog.daisukebike.be/#post120

Oman

PortuguésPosted by Daisuke Tuesday, May 13 2008 08:52:05
Blog Image13-05-2008 Muscut, Oman km: 128,246

  • Comments(1)//blog.daisukebike.be/#post119

Sanaa,Yemen

PortuguésPosted by Daisuke Tuesday, April 15 2008 09:43:52

Blog Image14-04-2008 Sanaa,Yemen km:125,780

Yemen pertence ao sul da peninsula Arabe. Existem muitas montanhas, la'. E' um pais pobre, devido ao sub-desenvolvimento, e por nao ter muito petroleo. Mas e' um dos tesouros, ainda nao descobertos, do centro-este.
Tem uma cultura unica, lendas, hospitalidade, arquitetura incrivel e lindas paisagens.

A capital de Yemen e' Sanaa. A sua altitude e' por volta de 2300m, acima do nivel do mar. Quando cheguei aqui, me senti mal, devido a altitude. Isso porque subi muito acima do nivel do mar, rapidamente. Tive dor de cabeça, sem fome e muito cansado. Fiquei sem poder comer por 2 dias.
Mas meu corpo ficou bem, depois de uma semana.
A quantidade de oxigenio em Sanaa e' 75% do que e' ao nivel do mar. E a pressao atmosferica e' 0,9.

  • Comments(1)//blog.daisukebike.be/#post110

Etiópia

PortuguésPosted by Daisuke Saturday, February 09 2008 09:53:29
Blog Image06-02-2008 Addis Ababa km: 124,163 Logo depois de entrar na Etiópia, um oficial da polícia sudanesa me falou que eu deveria ser cuidadoso, ao viajar pela Etiópia, porque têm muitos ladrões. Quando pedalei pela vila Metema (primeira vila da Etiópia), todos me olhavam. Crianças são mais agitadas que os adultos, e sempre me gritavam: "you ! you!, you!" Pude ver muitas criançasem muitas casas pequeninas. Algumas crianças corriam para mim, rapidamente, e gritavam: "You" E quando uma começava a correr para mim, as outras tambem vinham. Quando um gritava, as outras gritavam. Mas isso não era grande problema, pois sempre vinha um adulto e fazia parar aquela situação louca. Mas algumas crianças eram amigáveis, e sorriam e abanavam. Mas quando eu saia da vila, as crianças foram problema, para mim. Quando eu passava por fazendas ou casas, as crianças sempre vinham correndo e gritando "You! you..."e mais forte, e vieram correndo em minha direção, rapidamente. Um gritou e correu, e os outros fizeram o mesmo... E falavam, apenas pouco inglês: 1) You ! 2) Onde vc vai? 3) Dê-me algum dinheiro... 1 bir, 100 bir (bir é a moeda da Etiópia) Uma hora veio uma menina e depois 10 meninos e me pediram dinheiro.. Eu disse: NÃO e fugi deles. Então começaram a me jogar pedras, até que uma hora uma menina me acertou um pau; e acertaram várias vezes a bicicleta e eu. Teve uma hora que um grupo de cawboys fizeram uma barricada e me pediram dinheiro. Eles tocaram as minhas bagagens e quiseram roubá-las. Alguns deles detestam estrangeiros, e quiseram-me causar problemas.

  • Comments(0)//blog.daisukebike.be/#post93

Sudan

PortuguésPosted by Daisuke Friday, January 18 2008 15:44:38

Blog Image15-1-2008 Khartoum,Sudan km: 123,079
Queridos Amigos,
Um Feliz ano Novo, 2008
Eu cheguei numa cidade (Dungola) no Sudão, hoje. Não havia eletricidade
no caminho do deserto, desde a redondeza do Egito até essa cidade, por
10 dias. Foi um caminho muito arenoso, em em péssimas condições. Tive
que empurrar a bicicleta várias vezes.
Mas muitas pessoas locais, vivem em pequenas vilas, e são muito
prestativas, e eu gostei de viajar por essa area. Será estrada
pavimentada, daqui até a capital do Sudão. Será fácil de pedalar. Minhas
roupas, bicicleta, tudo sujo, devido a quantidade areia...

Norte do Sudão é uma área deserta. De 400 km da fronteira do Egito até Dongola foi uma estrada arenosa. Foi uma dura pedalada, e algumas vezes eu tive que empurrar a bicicleta. Coisas boas: Não é muito quente nesta estação e não chove todo ano.
Muitas pequenas vilas, lá, e encontrei muita gente hospitaleira. Pessoas, seguidamente, me convidavam para beber agua e comer... de graça. Bebi água local, do Rio Nilo (A cor é marrom). Comi com as mãos, com eles. As pessoas locais, seguidamente, me convidavam, para ficar em suas casas, e assim aprendi o estilo tradicional de suas vidas.
A maioria é muçulmana. E são pacíficos.
Não há eletricidade e nem estradas pavimentadas, no momento, entre as fronteiras do Egito até Dongola. Mas o governo do Sudão fez uma grande represa e está construindo uma nova estrada pavimentada.
Seu estilo de vida mudará em breve.

  • Comments(2)//blog.daisukebike.be/#post87

Cairo

PortuguésPosted by Daisuke Tuesday, December 11 2007 17:11:49

Blog Image4-12-2007 Cairo, Egypt km:121,269

Estou no Cairo, agora. É a maior cidade da Africa. E, tambem, é muito populosa e barulhenta... São muitos bons lugares para ver no Egito. Grandes ruinas, históricas, pirâmides, o bonito Mar Vermelho, o Deserto. Verei esses lugares em breve. Meu próximo detino é Sudão, Ethipa Djibouti, antes de voltar para a Asia. Eu gostaria de encontrar vários amigos africanos.

  • Comments(1)//blog.daisukebike.be/#post73

Jerusalém

PortuguésPosted by Daisuke Sunday, November 04 2007 19:11:46

Blog Image2-11-2007 Jerusalém, Israel: 119.500km

Eu cheguei em Jerusalem. Israel é o 101º país que eu visito. É uma cidade históruca, com muitas coisas interessantes para ver...e boa comida. É um país "seguro", mas vejo muitos soldados e policia, emtodo lugar. Tanto Judeus como Árabes são amigáveis com estrangeiros. Colocarei fotos e mais histórias no meu website: www.daisukebike.be na sessão REPORTAGENS. Eu irei para a Jordânia, Egito, Sudão e Etiópia, depois de Israel. Se voces tiverem alguma informação ou experiências desses lugares, por favor, contem-me.

  • Comments(2)//blog.daisukebike.be/#post55
Next »